13
dez

Os verdadeiros ditados populares

MaisEstudopor
MaisEstudo

1251176350Sabe aquelas frases que nossos pais e avós usam para ilustrar algumas situações, como “quem tem boca vai a Roma”? Pois essas frases prontas, chamadas de ditos populares, nem sempre são usadas da forma correta. Isso porque com o tempo foram sofrendo algumas mudanças e o verdadeiro sentido acabou sendo esquecido. Dê uma olhada em expressões que usamos muito erroneamente.

Dito popular: ‘Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho carpinteiro’.
Pense melhor: Mas que bicho é esse que é carpinteiro, um bicho pode ser carpinteiro?
Correto: ‘Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho no corpo inteiro’.

Dito popular: ‘Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão’.
Pense melhor: Se a batata é uma raiz, ou seja, nasce enterrada, como ela se esparrama pelo chão se ela está embaixo dele?
Correto: ‘Batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão’.

Dito popular: ‘Cor de burro quando foge’.
Pense melhor: Burro muda de cor quando foge?
Correto: ‘Corro de burro quando foge’.

Dito popular: ‘Quem tem boca vai a Roma’.
Pense melhor: Bom, esse é mais fácil – quem sabe se comunicar vai a qualquer lugar! Mas esse não é o raciocínio correto.
Correto: ‘Quem tem boca vaia Roma’ (isso mesmo, do verbo vaiar).

Dito popular: ‘Cuspido e escarrado’.
Pense melhor: Sério? Que coisa nojenta, não?
Correto: ‘Esculpido em Carrara’ (Carrara é um tipo de mármore).

Dito popular: ‘Quem não tem cão, caça com gato’.
Pense melhor: Você deve raciocinar que se alguém não tem o cão para ajudar na caça, o gato ajuda!  Mas também não está certo.
Correto: ‘Quem não tem cão, caça como gato’. Ou seja, sozinho!

Categorias: Curiosidades

MaisEstudo
MaisEstudo
comunicacao@maisestudo.com.br
@maisestudo

Além de oferecer bolsas de estudo em diversas instituições, Mais Estudo têm a missão de mantê-los informados sobre tudo o que rola de mais importante sobre carreira, estágio, redes sociais, tecnologia e últimas tendências da web. Por isso, não deixe de acompanhar a Mais Estudo nas redes sociais. Afinal, manter-se informado, hoje em dia, é um diferencial e tanto.
MaisEstudo Acompanhe a Mais Estudo nas redes sociais.

A Mais Estudo oferece bolsas de estudo de até 70%. São mais de 40 instituições parceiras, somando mais de 1.000 cursos de graduação tradicional e de curta duração, pós e MBA, cursos técnicos, livres e de idiomas. Twitter Facebook Orkut

10 para “Os verdadeiros ditados populares”

  1. Os verdadeiros ditados populares…

    ‘Cor de burro quando foge’
    Esse foi o pior de todos!
    Burro muda de cor quando foge??? Qual cor ele fica??? Porque ele muda de cor??? Eu queria ver um burro fugindo para ver a cor dele! Sério!
    Correto: ‘Corro de burro quando foge!’…

  2. SamantaSammy disse:

    Olá !!!

    Achei interessantíssimo o seu post !!!!
    Eu não sabia de nenhum destes significados e ficava tentando imaginar que raios de ditados malucos eram estes kkkkkkk
    Muito bom mesmo !!! Obrigada por compartilhar !!
    Grande abraço e boa semana !!

  3. Anônimo disse:

    Os verdadeiros ditados populares…

    ‘Cor de burro quando foge’
    Esse foi o pior de todos!
    Burro muda de cor quando foge??? Qual cor ele fica??? Porque ele muda de cor??? Eu queria ver um burro fugindo para ver a cor dele! Sério!
    Correto: ‘Corro de burro quando foge!’…

  4. Anne disse:

    Olá,

    Confesso q tbm num conhecia mtos dos sgnificados desses ditos, mas fazer o q né? a gente falava tbm, só pra não ficar atrás…

    Grande abraço!!!

  5. Suellen disse:

    Nossa muito bom parabéns adorei as revelações rs – foi bem engraçado também, espero que venha mais por ai.

  6. Maria Hosana do Nascimento de Freitas disse:

    Gostei muito dos ditos populares. Divertidos. Lá vai um “em terra de cego quem tem um olho é rei”.

  7. Pâmela Lopes disse:

    Muito interessante !! Rs Gostei !!

  8. Niko Travesso disse:

    Eu discordo do “Quem tem boca vaia Roma”, já vi uma série de argumentos -como o uso de fontes antigas que já usavam o “vai a” invés do “vaiar”-, que comprovam que o dito popular está correto da forma como nós o conhecemos.

  9. Eu lembro de um! “Fulano de tal parece com o pai. Cuspido e escarrado”

    O certo seria: “Fulano de tal parece com o pai. Esculpido em carrara (que é um tipo de mármore italiano)”

  10. Se “todos os caminhos levam a Roma”, “quem tem boca ‘chega’ a Roma”.
    O Português só surgiu após o século XII, bem depois da queda do Império Romano e não justificaria críticas a Roma, muito menos a Julio Cesar.
    Além do que, esse ditado existe em outras línguas, que não dariam margem ao trocadilho.
    Isso é coisa de protestante frustrado ou de marxista cultural, querendo atingir o Vaticano fazendo alusão a Roma e com isso não se importando em levar confusão à própria Língua.

Deixe um comentário