12
jul

Por que fazer intercâmbio?

Dr. Brittopor
Dr. Britto

Já demos aqui alguns motivos básicos para se fazer um intercâmbio. Mas agora vamos nos aprofundar mais nessa história e mostrar porque o intercâmbio pode ser tão especial. Tá, já sabemos que fazer intercâmbio hoje em dia é importante porque o inglês é mais do que necessário e para as empresas é um diferencial ter morado em outro país. Mas, se fosse só por isso nós não gastaríamos tanto em uma viagem como essa, poderíamos arrumar um namorado estrangeiro ou nos enfiar em uma casa de estrangeiros por algum tempo, que aprenderíamos inglês da mesma forma, não é?

É claro que a gente prefere a outra opção! Agora, a pergunta é: por quê? Fazer um intercâmbio é muito mais do que ir para outro país estudar ou trabalhar.  Ter uma experiência em outro país transforma sua visão de mundo, amplia sua cultura, faz você rever seus valores e abre sua cabeça para novas ideias e crenças.

Viver sempre em um mesmo lugar pode ser seguro e confortante, mas de certa forma nos fecha para o resto do mundo e não permite enxergar outros pontos de vista e questionar nossas verdades. Morar em outro país, com pessoas desconhecidas, tendo contato com uma cultura nova, nos faz prestar mais atenção ao que está a nossa volta e ver com outros olhos o que é certo e errado, além de acabar com muitos preconceitos. Ficamos mais abertos a novas experiências, a arriscar, a fazer novas amizades, a conhecer lugares exóticos.

Quando se volta de um intercâmbio, voltam também novas opiniões e visões sobre política, economia, sociedade, responsabilidades, consciência social e ambiental etc. Descobre-se novas formas de encarar e resolver problemas, de lidar com determinadas situações. Isso nos faz crescer profissionalmente, pessoalmente e emocionalmente também.

Além de tudo isso, fazer intercâmbio deixa o jovem mais independente e confiante. Ele precisa passar por tudo sozinho, sem amigos ou família por perto para ajudar. O jovem aprende a se virar e a conseguir o que busca por seus próprios méritos. E descobre melhor quem ele é de verdade, e o que ele espera do seu futuro.

A experiência do intercâmbio pode ser incrível, e nós recomendamos a todos, não importa a idade, sempre vale a pena viver uma nova cultura! Para saber mais veja nossos posts sobre o assunto:

Opções de intercâmbio
Bolsas de estudo para intercâmbio
Intercâmbio na Austrália



Categorias: Papo de Estudante

Dr. Britto
Dr. Britto
dr.britto@yahoo.com.br
@drbritto

Criado pela Mais Estudo para ajudá-los a se dar bem no vestibular e na escolha da profissão. E não para por aí, dicas de bolsas de estudo de até 70% na Mais Estudo em mais de 60 faculdades e escolas parceiras.
Dr. Britto Acompanhe a Mais Estudo nas redes sociais.

A Mais Estudo oferece bolsas de estudo de até 70%. São mais de 40 instituições parceiras, somando mais de 1.000 cursos de graduação tradicional e de curta duração, pós e MBA, cursos técnicos, livres e de idiomas. Twitter Facebook Orkut

12 para “Por que fazer intercâmbio?”

  1. Sem dúvida a experiência internacional o torna um cidadão do mundo. Isso realmente é necessário para qualquer carreira profissional no Brasil ou exterior.

  2. Vânia Henriques disse:

    Realmente, o intercâmbio muda nossa visão de mundo e até mesmo do nosso comportamento. É uma experiência incrível e vale muito a pena, conhecemos além de outro idioma, pessoas de todo o mundo, comportamentos, crenças, enfim passamos e vemos coisas que jamais imaginaríamos. Penso que todo o mundo deveria ter uma experiência dessa e, concordo plenamente, não importa a idade o que importa é explorar e desbravar esse mundão…..

  3. NovaLoja disse:

    Muito importante fazer intercâmbio.
    Excelente post!

  4. Ana disse:

    Olá, gostaria de saber quando haverá outra feira, e se existem outras feiras de intercâmbio como esta e as datas.

    Atenciosamente,
    Ana Paula.

  5. edilson disse:

    OI a todos vou começar a fazer o curso de psicologia, gostaria muito defazer intercambio pode dar certo ou o curso em si não tem nada a ver com o intercambio…… valeu ,………….

  6. THAINÁ disse:

    olá,quando teremos feira em Goiânia??? obrigada

  7. Andrezza disse:

    Oi,acredito q o intercâmbio t proporciona oportunidades de adquirir novas experiências sociais,culturais e intelectuais,além de fazer uma enorme diferença em seu curriculum.Mas tb é important vc manter o equílibrio emocional e ter determinação para q alcançar seus objetivos,porisso mantenha sempre contato com seus famíliares e amigos,assim eles podem t ajudar a suportar a distância de casa.Boa sorte pra pessoas q desejam fazer um intercâmbio.

  8. Luiz disse:

    Olá!!

    Estou terminando um intercâmbio de 6 meses na Turquia pela AIESEC.

    Realmente foi uma experiência incrível, houve o choque cultural e fiz muitas novas amizades.

    Com certeza vou voltar para o Brasil com uma nova visão sobre as coisas!!

    Abraços

  9. Lilo disse:

    Eu estou no 2° ano do ensino médio, esse ano meu pai vai morar nos estados unidos, e eu vou terminar o 3° ano lá, meu pai tem amigos lá e por isso não ficaremos desamparados, já temos mais ou menos um plano. Esse ano eu vou ficar aqui no brasil terminar o ensino médio e fazer um curso de inglês para quando eu for para lá ja estar falando fluentemente. Nunca reprovei, mais não tenho notas muito boa, esse ano vou me esforçar e tirar nota maxima em todas as matérias, assim espero. O problema é que eu não sei muito bem como funciona o sistema de estudos por lá. Se eu terminar o colegial nos estados unidos eu poderia fazer faculdade la sem muita burocracia??

    • MaisEstudo disse:

      Oi Lilo.
      Então, para estudar no exterior primeiramente você deve ter o visto de estudante ou residência. No seu caso, como irá morar com o seu pai não terá problemas. Mas é provável que precise renovar o visto após o término do ensino médio. É importante que você se empenhe nos estudos, tanto aqui no Brasil, quanto lá. Pois eles não tem vestibular para ingressar na faculdade, você é aceito por todo o currículo acadêmico do ensino médio.
      Abs

    • Paloma disse:

      Não quero ser chata nem nada, mas é muito burocrático, a prova é bem dificil

Deixe um comentário